Dicas para levar uma vida Simples e Saudável

Dicas para levar uma vida Simples e Saudável

Ficar mais saudável parece não ser uma tarefa fácil, principalmente para pessoas que sempre conviveram com maus hábitos. Mas, com pequenas mudanças no dia a dia, é possível ganhar mais vitalidade e saúde.

Atitudes como evitar ficar sentado por muito tempo, deixar de dormir na sala com a televisão ligada e beber água mais vezes ao longo do dia não são difíceis de colocar em prática com uma dose de boa vontade. E isso vale para qualquer idade, dos 20 aos 80 anos. Qualidade de vida não tem data de validade e sempre é tempo de melhorar.

Para ajudar, especialistas selecionaram mudanças importantes na rotina para viver de maneira mais saudável e ainda aumentar sua expectativa de vida:

 

- Ficar sentado no sofá e na frente da tela da televisão é um dos principais sinais de sedentarismo.

 

- Dormir na sala com a tv ligada, além de interromper a ação da melatonina -neuro-hormônio responsável por regular o sono - devido à claridade, a televisão também atrapalha por fazer barulho de forma não contínua.

 

- Ficar estressado no trânsito.

 

-Beber apenas durante as refeições, na hora da refeição, é comum o hábito de ingerir líquidos. Mas beber água apenas na hora de comer não é o suficiente para manter o corpo hidratado. "A água tem um papel regulador de muitas funções de nosso organismo. A quantidade de água que consumimos tem um papel fundamental desde o controle da temperatura até o bom funcionamento do sistema circulatório", explica o fisiologista Raul Santo de Oliveira, da Unifesp. 

 

- Ficar muito tempo sentando, a Sociedade Americana de Câncer descobriu que não é apenas a falta de atividade física que pode encurtar a vida, mas também a grande quantidade de tempo gasto sentado. Tudo porque, quando ficamos frequentemente sentados e por muito tempo, o nosso metabolismo se altera e influência em fatores como colesterol alto e repouso da pressão arterial, que são indicadores de obesidade, problemas cardiovasculares e outras doenças crônicas. Por isso, nada de ver a vida passar sentado em uma cadeira.

Comentários

    Deixe uma resposta